Grandes Verdades Sobre ser Mãe (Jovem)

Ser mãe é um grande desejo de muitas mulheres. Mas nem sempre esse desejo se realiza exatamente como imaginamos. Muitas vezes, esse sonho é adiantado e nos deparamos com uma gravidez muito antes do que planejávamos. Quando isso acontece, bate um grande desespero: será que conseguirei ser mãe? 

 

Se você é mãe jovem ou será esse post é para você!!!

 

O que os outros dizem ou o que você vai ouvir

 

Até mesmo em uma gravidez planejada, é comum que as outras pessoas queiram dar a sua opinião sobre o que aquela mãe está passando, mesmo quando ela não pediu conselhos e tem tudo sob seu controle. Numa gravidez não planejada, em que a mãe é adolescente ou jovem, isso é ainda mais frequente.

Tenha consciência de que as pessoas vão dar palpites desde a sua gravidez até quando seu filho já estiver crescido. Mas dar ouvidos ao que os outros dizem é uma escolha sua.

Aprenda desde cedo a reconhecer quem está tentando te ajudar com conselhos e quem está apenas criticando suas atitudes. Algumas pessoas, felizmente, vão querer te auxiliar de verdade e é a elas a quem você deve ouvir.

E você poderá identificar essas pessoas facilmente, pois são elas que vão oferecer uma ajuda com seu filho quando você estiver atarefada; elas que vão te dar um apoio psicológico durante a gravidez; elas que vão se importar com o que você está sentindo e pensando. Quanto ao restante, dispense os comentários.

 

E se eu não conseguir?

 

O medo de não ser uma boa mãe ou de não dar conta de tudo o que precisa ser feito é real e, muitas vezes, é enorme. Mas vou te contar um segredo: até mesmo as mães que planejam sua gravidez nos mínimos detalhes têm esse medo.

Todos esses temores vêm do fato de que ser mãe é algo novo, uma experiência diferente de tudo o que você já viveu. E todo ser humano tem medo do novo. Isso é normal, acredite.

A maternidade é algo que amedronta mais do que outras situações porque é algo para a vida toda e que envolve grandes responsabilidades, como por exemplo, educar um ser humano, ter dinheiro para sustentar uma criança, ter tempo para se dedicar a ela, entre outras preocupações.

Por isso, uma grande dica que posso te dar para afastar esses medos é: não pense em todos os problemas que o futuro pode trazer de uma vez, pense nos problemas em parcelas (hehe).

 

Continue lendo que eu vou explicar

 

Primeiramente, em vez de se preocupar com absolutamente tudo de errado que pode acontecer durante a sua maternidade (Será que conseguirei amamentar? Vou voltar ao trabalho? Como será lidar com a adolescência do meu filho? Será que ele se tornará uma boa pessoa?), pense apenas no futuro mais imediato.

A maternidade possui várias fases e você precisará lidar com uma fase de cada vez. De nada adianta somar todas as preocupações de uma vida inteira que ainda está pela frente. Isso apenas causará um estresse maior e reduzirá a sua capacidade de conseguir resolver problemas.

Portanto, se você ainda está grávida, concentre-se apenas nas primeiras situações que terá que resolver. O parto, o enxoval do bebê, o lugar onde irão morar. Depois que os primeiros desafios forem vencidos, você terá condições de lidar com os próximos. Apenas lembre-se de se preocupar com uma coisa de cada vez.

 

Acredite em si mesma como mãe

 

Já sabemos que a maternidade é algo que, muitas vezes, vem cercado de inseguranças. Por outro lado, quando somos jovens, já possuímos uma insegurança característica da idade. Ainda não sabemos lidar direito com a vida, resolver problemas, superar desafios. Ainda vivemos muito pouco diante do mundo.

E, quando nos tornamos mães, precisamos lidar com um novo mundo antes mesmo de aprender a resolver os problemas do mundo que já conhecemos. E, novamente, é esse medo de desconhecido que nos assusta.

Apesar disso, todas temos dentro de nós a capacidade de ser uma boa mãe. Todo ser humano nasce com a capacidade de aprendizagem e ser mãe é sempre um aprendizado!

Quando você assume a maternidade com responsabilidade, mesmo sendo jovem, você já está demonstrando o quanto é forte e o quanto possui competência e inteligência para ser uma boa mãe.

Não fugir das suas responsabilidades já é um grande passo e mostra o quanto você é capaz de dar ao seu filho tudo o que ele precisa. Então, acredite na sua capacidade!

 

Vou perder todas as coisas boas da vida sendo mãe?

 

Muitas mulheres acreditam que a gravidez acaba com a vida de uma jovem. Isso não é verdade. Um filho é a maior felicidade que uma mulher pode receber e esse sentimento jamais irá se comparar com qualquer alegria que você já teve em sua juventude.

É claro que suas prioridades irão mudar. Mas isso é algo que você fará com prazer, porque ver seu filho bem e feliz será a coisa mais gratificante da sua vida. Também não pense que você nunca mais poderá ver seus amigos ou ir a um evento que a turma toda vai.

Tudo acontecerá na hora certa e, com um bom planejamento, você será mãe e mulher ao mesmo tempo. Assim, você poderá estudar, trabalhar, namorar, ter amigos… Basta ter planejamento.

Inclusive, essa é a melhor surpresa que a maternidade vai te trazer: você se tornará uma pessoa mais organizada, mais responsável e mais focada (comigo foi assim).

Sim, a maternidade jovem também tem suas vantagens! Se você for mãe jovem, poderá notar que muitas de suas amigas terão dificuldades em passar da adolescência para a fase adulta. Muitos jovens demoram a adquirir a consciência de que há coisas mais importantes no mundo do que festas e preocupações pequenas.

Esses adolescentes levam muito tempo para entender que precisam estudar, trabalhar, ter responsabilidades financeiras, planejar o futuro… Porém, quando você tem um filho, tudo isso acontece mais rápido e naturalmente.

 

O que a maternidade pode trazer de bom para você?

 

Você entende que precisa estudar e trabalhar para dar uma vida digna ao seu filho, sabe que precisa se organizar financeiramente e planejar seu futuro, já que este também será o futuro dele.

Além disso, você se tornará uma pessoa mais ágil, focada, e que usa o seu tempo de uma forma melhor. Quando somos mães, precisamos dividir nosso tempo entre mil afazeres e isso acaba com qualquer procrastinação ou preguiça. Você se torna uma pessoa mais sensata e responsável em todas as áreas da sua vida.

Diante de tudo isso, tenha certeza de que não há maternidade na hora errada, você tem a capacidade de lidar com este desafio em qualquer momento da sua vida! Acredite no seu potencial, assuma suas responsabilidades e deixe o medo de lado. Você será a melhor mãe do mundo para seu filho.

 

Espero que tenham gostado!

Até a próxima, Gabi Archetti.