Tenho falado bastante sobre Branding por aqui e não é à toa! Essa é a minha área principal de atuação hoje em dia. Mas o que o Marketing Pessoal tem a ver com Branding?

Tudo! Isso porque, quando falamos de Personal Branding, por exemplo, não podemos deixar de falar de Marketing Pessoal e vice-versa. Ambos são fundamentais para uma empresa crescer e conquistar clientes.

Em essência, o Marketing foca no público-alvo e que tipo de campanha promocional interessa a esse público. O Branding está mais ligado a um posicionamento da marca.

Pensando nisso, como você pode fazer seu Marketing Pessoal?

Nunca esqueça a relação do Marketing Pessoal com o Personal Branding

A primeira coisa que você não pode deixar de pensar é no Personal Branding. Se você quer construir um Marketing Pessoal poderoso, é crucial um posicionamento da marca.

Voltar-se para o compromisso com a visão da empresa, seus valores e a bandeira que ela levanta são importantíssimos.

O Personal Branding, nesse caso, é fundamental porque seu planejamento de negócios em como vai captar mais clientes também vai se voltar à identidade da empresa, deixando transparecer sua personalidade.

Quer saber por que você precisa construir sua marca pessoal? Dá uma olhadinha aqui nesse post sobre personal branding!

Defina sua persona, mas também sua não persona

Estabelecer para quem você vai vender é extremamente importante para que você possa pensar em estratégias de como promover sua marca pessoal. Da mesma forma, você precisa ter bastante claro para quem você não vai vender.

Uma das coisas que mais falo é: “você não é para todo mundo”. Então, você precisa saber qual é o perfil das pessoas que vão comprar seu produto ou se interessar pelo seu serviço, e das pessoas que não vão.

A partir disso, você começa a construir suas estratégias para vender seu produto ou serviço.

Construa estratégias para um Marketing Pessoal único

Seguindo essa linha de raciocínio, também é fundamental utilizar estratégias para avaliar do que o mercado precisa. E essas campanhas e estratégias comerciais devem envolver a transmissão de seus valores e missões naquele negócio.

Lembre-se: estamos falando de Marketing Pessoal. Tudo deve estar atrelado aos seus valores e especificidades, ainda que esteja produzindo sua entrega para o outro.

Assim, você sempre precisa estar atento à sua comunicação. Ela precisa ser assertiva e efetiva, de acordo com seus valores, mas acima de tudo, precisa chegar ao seu cliente de forma precisa e intencional.

Agregue valor ao seu negócio, não somente preço

O Marketing Pessoal que é baseado na construção de marca precisa envolver não apenas o preço do serviço ou do produto, em quanto aquilo vai custar em termos financeiros.

Utilizando estratégias de Personal Branding, você precisa lidar com o valor, em como aquilo agrega à vida das pessoas. Pense sempre na entrega, e em como entrega.

Aqui estamos falando do intangível, daquilo que está inerente aos seus valores como pessoa, que você transpassa ao serviço ou produto que entrega.

Use o Personal Branding para despertar sentimentos nas suas estratégias de Marketing Pessoal

O Marketing trabalha no interesse das pessoas sobre o serviço ou produto. O Branding trabalha nas emoções e sentimentos que aquela marca traz com seu serviço ou produto.

Quando falamos de Marketing Pessoal, não podemos deixar de fora essa relação emocional que se estabelece com o cliente, com a conexão que se faz entre marca e público.

Então, quando você quer promover a sua marca pessoal, precisa despertar sentimentos coerentes com o que você deseja para a vida das pessoas. Quando as pessoas ficam satisfeitas com a sua entrega, é muito mais fácil conquistá-las e mantê-las com você.

Venda sua marca pessoal na relação de confiança

O Marketing tem o objetivo de vender, ou seja, gerar receita por meio de campanhas publicitárias.

Quando falamos de Marketing Pessoal, as estratégias da construção de marca pessoal ou Personal Branding têm o objetivo de estabelecer uma relação de confiança entre cliente e marca.

E é somente por meio dessa relação de confiança que a marca consegue se fazer atrativa o suficiente para que o cliente compre seu serviço ou produto.

Use o coração da marca no seu Marketing Pessoal

Construir um Marketing Pessoal poderoso só é possível se pensarmos no que é a essência da marca.

Se podemos dizer que o Marketing é o cérebro da empresa, aquele que vai pensar estratégias como nome, slogan, estratégias de venda etc.; precisamos entender que o Branding é a alma; é ele que vai mostrar ao mundo qual é a essência da empresa.

Então, para fazer um Marketing Pessoal que funcione, você precisa mostrar quem realmente é e o que você (ou sua marca) significa para o mundo.

Estabeleça relações com outros profissionais, mas gere sua solução única

Fazer networking, conectar-se com outras pessoas que fazem algo parecido com o que você faz, é muito interessante para seu Marketing Pessoal.

Mas não esqueça de uma coisa fundamental: você deve entregar uma solução única. No Marketing Pessoal, você precisa de autenticidade e ser fiel ao que você é. Isso quer dizer que você precisa usar estratégias condizentes com a sua personalidade.

Para ser a escolha de alguém, você precisa ser uma solução diferente. Pense naquilo que só você pode oferecer. É isso que vai fortalecer suas estratégias de Marketing Pessoal.

Se faça presente e seja você

Já falei por aqui e por todos os meus pontos de contato com minha audiência: quem não aparece, desaparece.

Não tem como pensar em estratégias de Marketing Pessoal se você não se faz presente na vida das pessoas que você quer conquistar. Seja visto. Faça com que te percebam.

Pensando nisso, é extremamente relevante você pensar no seu posicionamento digital, por exemplo. Hoje, estar nas redes e se posicionar nelas é estar presente no dia a dia das pessoas, então você precisa também cuidar disso.

E, falo mais ainda: você precisa estar atento à imagem que passa nas redes. Lembre que essa imagem precisa estar congruente com seus a valores e sua identidade. Então, se faça presente, mas acima de tudo seja você.

Quer saber mais sobre marketing digital? Clique aqui e veja nesse post tudo para que ele serve!

Espero que tenha gostado dessas dicas!

Beijos,

Gabi Archetti.