Persona: como pesquisar e analisar a sua? 

Veja 6 opções práticas para você pesquisar sobre a sua persona

 

Persona é, por definição, a personificação do público para o qual a sua marca vende seu produto ou serviço. Isso quer dizer que as personas apresentam características e comportamentos comuns, aquelas pessoas que encontram nos seus produtos e serviços a solução ideal para um problema ou necessidade que eles têm.

 

A partir disso, todos os experts te direcionam para a necessidade urgente e inadiável de conhecer a sua persona, não é? Mas como fazer isso? Talvez você esteja se perguntando nesse exato momento. Então vamos a 6 dicas de opções super práticas para você pesquisar e investigar a sua persona.

 

Google Forms: sua persona em perguntas diretas

Você pode construir formulários e pedir que as pessoas que já consumiram ou que você acha que poderiam consumir algum produto / serviço seu respondam. Investigue sobre o que elas escutam, leem, gostam de consumir nas redes sociais entre outras coisas ligadas ao seu nicho.

 

Quer saber mais como definir o seu nicho? Então clica aqui e entenda!

 

Além disso, pergunte sobre dados demográficos, como idade, gênero, estado civil, se tem filhos ou não, com que trabalha, quando ganha aproximadamente etc. Somado a isso, pergunte sobre quais são as suas principais dificuldades hoje, quais são os seus principais sonhos etc. Esses dados psicográficos também são importantíssimos.

 

Redes Sociais: observe e analise o que sua persona consome

Analise as redes sociais de quem te segue. Muitas vezes, você começa a entender os padrões das pessoas que te acompanham. Ali você pode entender, mesmo sem perguntar, o que elas têm dificuldade, o que elas gostam e do que não gostam.

Mas, é possível também fazer de forma mais direta, ou seja, você também pode criar enquetes, caixinhas de perguntas no seu próprio perfil para que as pessoas interajam sobre algo que você quer saber. A rede social pode ser um local incrível para teste e pesquisa, quando se sabe utilizar.

 

Telefone: talvez do modo antigo?

Às vezes, fazer do modo “antigo” também funciona. Você pode ligar para seus clientes, perguntar sobre o seu atendimento, seu serviço… criar um relacionamento e interagir.

Isso porque algumas pessoas gostam mais dessa forma, se sentem até mais confortáveis e “se soltam mais”. Além disso,  ao ouvir a voz da pessoa, a sua entonação, pode trazer grandes insights pra você. Fique sempre atento!

 

Pessoalmente: olhando nos olhos da sua persona

Você pode marcar reuniões com seus clientes. Sempre escute atentamente ao que eles falam. Tudo comunica, então cada gesto ou palavra que as pessoas te direcionam podem te fazer entender o que ela quer.

Eventos presenciais podem ser uma oportunidade excelente para entender melhor as pessoas. Nada melhor do que o “olho no olho”, né? Então, sempre que puder, esteja com as pessoas que podem ser seu cliente em potencial.

 

Seus clientes: sua persona ideal

Peça a opinião (feedback) dos seus clientes sobre seus serviços, analise o comportamento de quem já compra de você. Você vai ver que há muitos pontos em comum entre essas pessoas.

Lembra da pesquisa de satisfação? É exatamente isso. Esse tipo de conversa vai te esclarecer muitos pontos sobre o que a sua persona precisa e o quanto o seu produto ou serviço está resolvendo a necessidade dela.

 

Concorrentes: sempre uma alternativa prática

Essa estratégia pode ser uma ótima solução para quem ainda não tem clientes. Olhar para as pessoas que consomem os produtos ou serviços dos seus concorrentes pode te dar muitos indicadores sobre com quem você vai falar e para quem você vai vender.

É o que eu sempre falo: nunca copie do seu concorrente, mas observar o mercado é fundamental. E a pesquisa de persona também faz parte disso. Tudo é questão de análise e pesquisa.

 

Agora que você já tem TODAS essas opções, não precisa mais ficar perdido para saber quem a sua persona, não é?

 

Já pega esse conteúdo e aplica para o seu negócio. Tenho certeza de que vai dar muito certo!

 

Até a próxima,

Gabi Archetti.