Perfil pessoal ou profissional nas redes sociais

Devo ter um perfil pessoal separado do profissional nas redes sociais?

Você ainda tem essa dúvida? Então vamos entender mais sobre isso.

Primeiramente, não existe nenhuma regra de que você tem que ser isso ou aquilo. E também não existe certo ou errado.

Na verdade, no final das contas, tudo é teste quando a gente fala sobre redes sociais.

 

Mas, o que é um perfil pessoal e um perfil profissional?

Um perfil pessoal traz coisas relacionadas à sua identidade, coisas pessoais que você gosta de compartilhar.

O perfil profissional mostra o que você ou sua empresa fazem, o que vende, como faz e os seus bastidores.

O grande detalhe é que quase todo mundo acha que as pessoas nos separam em dois quadrantes nas suas cabeças, sendo que a gente ocupa um único posicionamento na mente das pessoas.

Ou seja, o seu pessoal e o seu profissional está conectado com o que as pessoas têm de percepção sobre você.

 

Então, será que essa divisão existe mesmo?

Independentemente se a sua escolha seja ter um Instagram pessoal e/ou um profissional, você tem que entender que, se você fizer besteira no seu pessoal você vai estar criando esse posicionamento na cabeça das pessoas também.

Como tudo comunica sobre você, é fundamental a construção de uma postura profissional e, mesmo que você decida ter um “perfil profissional”, que você traga mais pessoalidades para o seu perfil profissional, para que as pessoas se conectem mais com você.

Importante: Pessoalidade é quando você coloca algo da sua vida pessoal, mas não íntimo. Porque hoje em dia, o que mais as pessoas querem é se conectar com pessoas.

Saiba mais sobre a diferença entre pessoalidade e intimidade neste artigo!

 

Dicas para você tomar a sua decisão

Para pensar antes de tomar sua decisão, existem certas perguntas que você pode se fazer.

 

1 – O que você quer? Qual é o seu objetivo? 

Cada objetivo traz uma necessidade diferente. Pode ser que o que funcione para o objetivo de um profissional não funcione para você.

 

2 – Você está disposto(a) a aparecer e trazer pessoalidade?

Mostrar suas pessoalidades é uma dificuldade e tanto para algumas pessoas. Se você não está disposto a isso, talvez um perfil mais profissional seja o mais adequado, ou ainda, ter dois perfis.

 

3 – Quanto tempo você vai ter para gerenciar 2 perfis?

Gerenciar 1 perfil no Instagram, por exemplo, já dá um trabalho enorme. Agora, imagina 2. Será que você vai ter tempo para gerenciar esses dois perfis de forma que não perca a constância em nenhum deles? Isso é importantíssimo.

 

4 – Independente se seja um perfil pessoal e ou profissional, histórias são extremamente importantes para gerarem conexão e engajamento com a marca. Pense em quais histórias você pode usar.

Então, mesmo que você tenha um “perfil profissional”, não esqueça de que as histórias vão ser o ponto chave da conexão. Use suas histórias com intencionalidade e estratégia.

Mas lembre: tudo vai começar com a decisão sobre o seu objetivo. E a decisão é sua.

Se ainda tem dúvida, faça um teste. Não existe certeza absoluta nem uma resposta certa para essa questão. Mas não esqueça que a humanização é extremamente importante hoje em dia.

Quer saber mais sobre como humanizar a sua marca? Leia esse artigo aqui!

 

Agora, você já consegue tomar a sua decisão, não é mesmo?

Espero ter te ajudado!

Até a próxima,

Gabi Archetti.